26.4.05

NO BUTECO CABEM SÓ DOIS

Quem conhece minha casa sabe que tenho, mesmo, um buteco particular de verdade, com mesinha de tampo de mármore, pés de ferro, espaço criado pela Dani num rompante genial de arquitetura pondo os pernósticos da CasaCor no chinelo de arminho (oh, Nelson...). E no meu buteco cabem apenas dois sentados.

Como tem sido aqui. Percebam que apenas o bom Szegeri comenta, incansável, texto após texto, derramando toda sua sabedoria para o coletivo, transformando o Buteco do Edu numa extensão na íntegra do meu buteco caseiro. Há mais leitores, há mais leitores, mas são todos uns tímidos, uns acanhados, outros medrosos como já me confessaram alguns tementes de minha ira, que não existe, implacável. Outros ainda preguiçosos, incapazes de enfrentar a burocracia do mecanismo de comentários.

Mas que assim seja. Se beber com o Szegeri, o meu Otto íntimo, é um prazer inenarrável, trocar figurinhas com ele, por aqui, também o é.

Até.

2 comentários:

Otto disse...

Desce mais uma Original aí, pô...

Fó disse...

Feliz aniversário mais uma vez...pq desejar coisas boas nunca é demais!
Beijo grande