5.7.05

PRA BOM ENTENDEDOR, MEIA PALAVRA: BOSTA


Acabo de chegar do trabalho e encontro, em minha caixa postal, um email enviado por um sujeito cujo nome evito repetir sob pena de vomitar, contendo, apenas, a imagem acima.

O subject do email: "kit-desgraça".

Desgraça, quero rebater daqui, é o que vive uma mulher que, supostamente apaixonada, casa-se com um desgraçado que está em busca, apenas, do dinheiro do pai da noiva. E como eu não conheço a pobre moça, e como eu não conheço o pai da moça (hoje sogro do remetente do infeliz email), e como eu sequer o cumprimento, e como, obviamente eu não fui convidado pro espetáculo circense do casamento, creiam em mim que o que digo me foi dito por um suposto amigo seu (vejam aí como está bem, o escroque, em matéria de amigos).

Não dou a esse pulha a liberdade mínima que se deve ter para o envio de um email.

Não dou a esse energúmeno o direito de fazer qualquer piada que ofenda, ainda que minimamente, minhas paixões, e refiro-me ao Flamengo, que, se não atravessa boa fase, é muito superior às baixezas arquitetadas por esse estúpido.

Quanto ao Rubinho, não me atinge, eis que odeio a Fórmula Um (o odeio mais, é verdade, mas também odeio o referido esporte).

O PT, que também não atravessa boa fase, tem, entre seus pares, gente honrada. Mas tem, também, gente da pior qualidade como temos visto. Mas, ainda assim, de qualidade muito superior a que ostenta esse biltre rasteiro.

Até.

Posted by Picasa

3 comentários:

zé sergio disse...

Edu, desculpa aê véio, mas estou defecando de rir com esse kit. E me arriscando a perder um amigo, mas jamais uma piada, repassei o kit desgraça. Desculpa de coração! Saudações botafoguenses do teu amigo Zé Sergio.
PS - QUAQUAQUAQUAQUAQUA!!!!!!!

Eduardo Goldenberg disse...

Meu caro Zé, digamos que eu riria. Mas o sujeito que mandou-me a piada... Pessoalmente lhe conto. Forte abraço, saudações rubro-negras (rubras de vergonha e negras de perspectiva).

Flávio disse...

Sem nenhuma esportiva - com toda a razão - nesse momento de dor para todos os rubro-negros. É pouco para esse desclassificado.