12.2.06

PAI E FILHO


"Eu sei que lá no céu
o velho tem vaidade
e orgulho de seu filho
ser igual seu pai"

(João Nogueira - Paulo Cesar Pinheiro)

Conforme anunciei ao longo da semana estive ontem, com Dani, no casamento da Luciana, doce irmã do meu irmão Fabinho, e mais à frente contarei - lembrem-se que ando em tempos de escancaro - a torrente emocional que vivi. Mas não posso deixar de lhes contar sobre o que foi, talvez (eu disse "talvez", depois me aprofundo sobre a tal torrente), a maior das emoções. Ver o Fabinho, no colo do Fabinho na foto, fazendo muita, mas muita, muita mesmo, merda durante a festa. Correndo pra lá e pra cá, derrubando cadeira, esbarrando em gente, um fogo nas ventas que, se me deixou feliz, seguramente deu tremendo orgulho no malandro de quem senti, ontem, agudas saudades. O espelho. Foi o que eu vi.

Até.

Nenhum comentário: