11.4.06

EXERCÍCIO

"Minha mãe, manda comprar um quilo de papel almaço na venda
Quero fazer uma poesia."


(Vinicius de Moraes)

Rio de Janeiro, 1938
in Novos Poemas
in Antologia Poética
in Poesia completa e prosa: "A saudade do cotidiano"

Image Hosted by ImageShack.us

Eu também tenho tido um tédio enorme da vida.

Me perdoe, meu pai,
me perdoe, minha mãe,
mas apesar de fazer sol
estamos em abril.

Vai longe o tempo
- dele mal me lembro -
em que abril era mês de festa
como sempre foi dezembro.

Me perdoem, meu irmãos,
os dois de sangue
e os demais
com quem fiz pactos
também de sangue:
somos todos anormais.

Me perdoe, você,
que me ensinou a sorrir.
Mas é abril.
E em abril eu desaprendo.

Me perdoem as mãos, todas,
sempre estendidas.

Obrigado pelos conselhos,
para os quais sou surdo,
obrigado pelos convites,
recuso todos.

E me perdoem o tédio.

Até.

Nenhum comentário: