27.6.06

QUARTO JOGO, É HOJE

São seis da manhã. Fui deitar às onze e meia da noite. Acordei umas cinco, seis vezes ao longo da noite. Perseguiram-me a fome (assassinada com dois sanduíches de queijo prato e refrigerante), a falta de sono e um pesadelo africano no qual perdíamos de um a zero na prorrogação.

céu da Tijuca

E daqui a pouco inicio a marcha rumo ao Estephanio´s, que o jogo hoje é ao meio-dia.

Até.

Um comentário:

Maria Paula disse...

Edu,
também dormi mal com a expectativa do jogo de hoje. Não tive pesadelos, mas pregar o olho foi difícil. Rolou lanchinho de madrugada também. Daqui a pouco te encontro no bar. Beijo!