27.7.06

GAROTA CARIOCA

De pé diante do balcão imaginário do Buteco, comemorando o título da Copa do Brasil 2006, porta de entrada para a Libertadores, início da trilha rumo ao sonho de mais um título de Campeão Mundial Interclubes, rubro-negro até a alma, ergo o copo anunciando merecido descanso até segunda-feira, 31 de julho, quando subo novamente as portas de ferro do estabelecimento para dividir com vocês as novidades.

Eu e Iara, Ipanema, 27 de julho de 2006

A bem da verdade, eu que sou preciso do início ao fim, não se trata exatamente de um descanso.

Mas de um remanso - que é muito mais bonito que um descanso, convenhamos - ao lado da Iara, minha pequena sereia, que deixou o amor pelo Palmeiras e pelo Paysandu por uns dias só pra agradar o dindo.

Até.

4 comentários:

Anônimo disse...

Ai, ai, ai, Edu!!! Deixa a Railídia ver que você escreveu que a Iara torce pro Remo!
Ah, parabéns pelo título do teu Mengão!

Abraços!
Arthur Tirone (Favela)

Iara a sereia e Fó disse...

Há-há-há!
O meu comentário é o mesmo aí de cima...Vais tomar um belo puxão de orelha da Rai!
E também pra dizer que o início desse texto quem leu pra mim foi a sua pequena sereia, que tá aqui no meu colo.
Parabéns pelo título.
Beijo
dindo um beijo da sereia

Eduardo Goldenberg disse...

Arthur, , Iara e Rai (que ainda não leu): conserto feito.

No texto, já troquei o Remo pelo Paysandu, já que havia trocado Paysandu por Remo.

Mas o que importa?

Aqui no Rio, na Tijuca, a Iara é Flamengo até morrer!!!!!

Anônimo disse...

Céus...só espero que meu pai não a convença de ser são-paulina também, como sempre tenta.
Beijo
p.s.:foi a própria quem assinou o comentário como "Iara, a sereia."