1.7.06

QUINTO JOGO, É HOJE

Já passa da meia-noite e a tensão é indisfarçável.

Antes, porém, de qualquer coisa, leiam o que escreveu ontem o meu irmão Szegeri no Sodói. Diante do lixo em que se transformou a cobertura da Copa do Mundo, com uma jornalista especializada em informática - e extremamente competente nisso! - passeando (não é sacanagem, por incrível que pareça, é verdade!) com uma capivara de pelúcia e escrevendo um diário no caderno de esportes do jornal O GLOBO contando suas aventuras para lá e para cá com o boneco, com um palhaço que não entende rigorosamente nada de futebol escrevendo troços xexelentos (remissão proposital) diariamente, com um colunista como o Fernando Calazans que, para minha surpresa, seca a seleção brasileira dia após dia, o texto do Pompa é um oásis.

Rio-Brasília

Mas depois dos dois jogos de ontem, em que a Alemanha despachou a Argentina de volta pra casa e a Itália, sem fazer força, eliminou a seleção da Ucrânia, teremos hoje Portugal x Inglaterra às 12h e Brasil x França às 16h.

O jogo da seleção do Felipão contra os ingleses será o aperitivo que apontará o adversário do vencedor do jogo das 16h.

Eu não sou de dar palpite e não vou quebrar a regra justo nas quartas-de-final.

Mas tudo aponta para que tenhamos quatro das maiores e mais tradicionais seleções disputando as semi-finais: Alemanha, Itália, Inglaterra e Brasil. Mas não será surpresa se a seleção do Felipão atropelar a Inglaterra. Como não será surpresa isso deixa para lá.

Brasiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiilllll!

Até.

PS: pra quem não reconheceu a erva poderosa, a informação: na foto, um tremendo dum galho de arruda no balcão do Rio-Brasília, plantado desde o primeiro dia de Copa do Mundo.

2 comentários:

Bruno Gaya disse...

Dudu, realmente é lamentavél que no maior evento do mundo, onde o nosso querido país faz um bonito e ainda é respeitado pelo mundo, a cobertura da imprensa seja tão abominável.

Para completar o time de imbecis da imprensa brasileira que estão na Alemanha, só falta o débil mental do Edson Arantes do Nascimento (vulgo Pelé) que pelo tamanho de idiotices que fala, ao menos deveria compor a equipe.

Torço para que todos os recordes do Pelé sejam quebrados, quem sabe assim, ele pare de secar o Brasil.

Viva o Ronaldo Fenômeno!!

Bruno Gaya

Anônimo disse...

Errata: onde se lê lamentavél, leia-se lamentável.
Bruno Gaya