1.8.06

DEBOCHE E BOM HUMOR

Negóssiguinte: abril já passou faz tempo. Estamos entrando em agosto. Então que porra de depressão nojenta é essa? Nem depressão é. Deixa eu tentar explicar melhor. Então que porra de vontade de morrer é essa? Não. Sem drama. Neguinho que gosta de mim (no singular mesmo) pode ficar preocupado. Então que cansaço é esse? Isso! Isso! Isso! Que cansaço é esse? Contra ele, que tem sintomas semelhantes à depressão e à vontade de morrer, somente um remédio: deboche e bom humor. Melhor que isso: auto-deboche e bom humor!

eu, primeiro de março de 2006

E farei digressão brevíssima sobre o tema já que hoje o dia tá que tá, o que é, aliás, outra boa forma de combater o cansaço, a depressão e a vontade de morrer: tempo integralmente ocupado.

Eu sei a razão pela qual estou desse jeito.

O Pompa esteve aqui.

E estou assim, desse jeito, com vontade de chorar e fazendo bico o dia inteiro (a foto é o mais claro sinal de que debocho de mim mesmo hoje), não exatamente porque ele esteve aqui nem exatamente porque ele foi embora. Mas porque o contato com o Pompa, o convívio com o Pompa, atiça meus mais primitivos instintos, lustra a massa com a qual fui moldado, afia a faca da língua ferina que tenho na boca e nos dedos. Não é outra a razão que faz com que, durante o tempo em que estamos juntos, eu urre como um solitário diversas vezes:

- Só mesmo o Pompa pra me entender!

Eu escrevi "atiça" e lembrei do tempo em que vacas tentavam destruir meu pasto. Piggaros e em frente.

Ontem briguei com o Fefê.

Ontem briguei com o meu pai.

Ontem briguei com a minha mãe.

E cheguei em casa exausto.

Cansado.

Por que? - eu bradava para o Pepperoni que não me respondia - Por que eu sou assim desse jeito?

O que chamam de radicalismo, eu chamo de coerência.

O que chamam de rancor, eu chamo de coerência.

O que chamam de instransigência, eu chamo de coerência.

O que chamam de beligerância, eu chamo de coerência.

Ó.

difícil.

Mas eu quero é mais.

Até.

8 comentários:

juliana amaral disse...

Há algum tempo te mandei um; segue o outro. Pra falar desses atavismos. Junto dele, meu carinho e minha saudade.

Estou cansado, é claro,
Porque, a certa altura, a gente tem que estar cansado.
De que estou cansado, não sei:
De nada me serviria sabê-lo,
Pois o cansaço fica na mesma.
A ferida dói como dói
E não em função da causa que a produziu.
Sim, estou cansado,
E um pouco sorridente
De o cansaço ser só isto –
Uma vontade de sono no corpo,
Um desejo de não pensar na alma,
E por cima de tudo uma transparência lúcida
Do entendimento retrospectivo...
E a luxúria única de não ter já esperanças?
Sou inteligente: eis tudo.
Tenho visto muito e entendido muito o que tenho visto,
E há um certo prazer até no cansaço que isto nos dá,
Que afinal a cabeça sempre serve para qualquer coisa.

Álvaro de Campos
24/06/1935

zé sergio disse...

Edu, isso parece mais é coisa de viado.

Carinhosamente,

Zé Sergio

Eduardo Goldenberg disse...

Não é coisa de viado não, Zé Sergio, não é não, Dinda querida, não é não, Velha Coroca, como carinhosamente te chama meu irmão Szegeri.

É um troço que um bicho como você não vai entender nunca.

Ainda bem que há uma Juliana Amaral pra entender isso assim, ó, tão claro.

Seu animal!

zé sergio disse...

Porra, nem o Flamengo ganhando... meia hora, Edu, meia hora!

:>)

Caio Vinicius disse...

Edu, no último domingo, encartado no jornal O GLOBO, saiu em um caderno direcionado à Barra da Tijuca que o shopping Rio Design Barra (arrgghh) vai ser o primeiro shopping a receber o "bar itinerante" do Conversa Fiada, um dos "Cordon Bleu" da baixa gastronomia, um dos "pés-sujos chique" do nosso Jota!!

A partir de lá, ele irá rodar várias regiões do Rio, inclusive a Praça Saens Peña.

Já imaginou se a idéia pega?

Já imaginou se o povo da Tijuca prestigia em peso esse bar itinerante e os investidores passam a achar que ali tem "mercado" pra abrir uma filial?

Sei não cara, sei não...

Abraços,

Caio Vinícius

Eduardo Goldenberg disse...

Caio Vinicius: tem como você me mandar escaneada a tal matéria? Ou me indicar o link no site do jornal?

Em brevíssimo falo sobre o tema.

Forte abraço.

Caio Vinícius disse...

Vou caçar lá em casa pra ver se consigo a foto mas de qualquer forma tem uma citação aqui :

http://oglobo.globo.com/jornal/bairros/barra/285038144.asp

Abraço!

Caio

Fó disse...

Calma aí com essa tristeza toda que, logo, logo, seu Otto se fará presente de novo. Diz ele que ainda não tem certeza de nada, mas duvido que vai resistir de terminar suas férias aí no Rio.
Ai, que inveja!
Beijo da mana.