19.12.07

DO DOSADOR

* Eu jamais me deixei iludir pelos elogios nepotistas de mamãe e de vovó, tampouco pelas carinhosas - mas visivelmente forçadas - observações da minha menina, feitas geralmente na saída do banho, tipo "você tá lindo", "que coisinha mais fofa", esses troços que, aliás, a gente sempre ouve, sejamos ou não merecedores da coisa. Eu sei que eu sou feio para caralho, e sei que minha cara é uma espécie de máscara rejeitada pelo controle de qualidade da fábrica; mas é uma só.

* Um sujeito que se aproxima, como quem não quer nada, com uma garrafa de querosene numa das mãos, uma caixa de fósforos na outra, uma idéia incendiária na cabeça e uma vontade manifesta de ver VOCÊ fazer o estrago, não é um fazedor de merda, mas um grandissíssimo filho da puta. E covarde.

* Wagner Montes e Marcelo Crivella disputam a preferência do eleitorado, até o momento, para as eleições do ano que vem para a Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro. Correndo por fora, Solange Amaral. Assim não há, nem haverá, São Sebastião que dê jeito nisso aqui.

* Dia desses, enquanto bebíamos juntos, eu e Luiz Antonio Simas, uma moça hippie tentou atracar-se com um amigo comum (tenho as fotos para provar mas NÃO vou publicá-las, mesmo que um sujeito como ao que me refiro na segunda dose sugira). E o Simas, coçando a cabeça, vendo a moça descalça, com os pés pretos de lama, o cabelo vertendo lêndeas, piolhos e caspa, o vestido imundo e aqueles olhos de acabei-de-comer-maconha, soltou mais uma observação genial:

- Eu sempre disse que os hippies confundem filosofia de vida com falta de higiene.

* O maniqueísta nada mais é do que um idiota que, mais à frente, se contradirá.

* O Cordão da Bola Preta completa, hoje, 89 anos, e em situação de penúria, correndo o risco de não abrir o Carnaval em 2008, no sábado - o que seria, pra dizer o mínimo, trágico. Enquanto isso, o Governo Federal, através da Petrobras, negocia uma mãozinha de doze milhões de reais às milionárias Escolas de Samba do Grupo Especial, da LIESA. Nenhuma das Escolas de Samba do Grupo Especial, depois de terem se transformado no que se transformaram (vitrine de exposição de artistas, jogadores de futebol e jornalistas - remissão proposital - vejam aqui), tem mais valor que o glorioso Bola Preta.

* Em solenidade ontem, no Palácio da Cidade, Márcio Braga - presidente do Flamengo, que não o merece - e César Maia se emocionaram durante homenagem-babaca do clube ao alcaide, que vestiu, mesmo sendo torcedor do Botafogo, camisa e boné do mais-querido. Momentoso episódio capaz de demonstrar o caráter de ambos. Reitero, palavra por palavra, o que já disse aqui.

* Seguramente alguém mais tendente à onda globalizante terá na ponta da língua argumentos bastantes para me convencer de que não há nada demais na coisa. Mas não compreendo a razão para que o portal do Governo Brasileiro seja alcançado, também, através do www.brazil.gov.br (aqui).

Até.

7 comentários:

Juergen Stendhal disse...

Isso é que é dizer tudo em poucas palavras.

J.A.Dias disse...

A imprensa se ressente de textos assim, curtos, diretos e objetivos.

Milton Molon disse...

Seu amigo Fernando José Szegeri disse que se o Bola Preta não sair em 2008 ele sairá pelado na Cinelândia no sábado de carnaval.

http://www.samba-choro.com.br/noticias/arquivo/18620

Saudações acreanas.

Lys Fest disse...

Nossa! Vc comeu giló hoje de manhã? Que mal humor! :-)

Eduardo Goldenberg disse...

Lys Fest: não bastassem suas primeiras manifestações aqui no balcão - todas rigorosamente desagradáveis e de péssimo gosto -, não bastasse o chega-pra-lá que você tomou, publicamente, do Fraga, volta você e pra falar besteira mais uma vez; e errado.

Jiló é com "j". Mau humor é com "u".

Além disso, eu adoro jiló.

Não volte, por favor.

Craudio disse...

Edu, justo no ano que eu pensava muito em Bola Preta, vi essa notícia. Vou junto ao Szegeri, caso o Bola não saia. E coisas como o Bola deveriam ser proibidos por lei de pagar qualquer tipo de conta ou imposto, pelo bem que fazem à população.

Sobre o domínio brasil com z, é mania na internet esses sites mais visitados registrarem alguns domínios semelhantes para evitar que alguns espertos usem tal semelhança para obter algum tipo de vantagem. Por exemplo, se você pagasse o domínio do blogspot, poderia registrar butecodoedu, botecodoedu, botequimdoedu e assim por diante. Caso é que, com isso, outros espertões registram palavras-chave só para ganhar posições no ranking do google e ter ainda mais audiência. Espertices que o mundo capitalista e globalizado nos dá de presente.

Abraços!

Adriano Santos disse...

Bem mandado, Edu! Essa Lys Fest bem que estava merecendo uma dessas!