3.12.07

PEQUENÍSSIMA EXPLICAÇÃO

Mal cheguei de viagem, ontem à noite, e deparei-me com um que me veio com os olhos esbugalhados:

- Tão dizendo por aí que você chamou todo mundo de ladrão no BUTECO...

O mesmo, em nítido tom de maldade, prosseguiu cofiando o cavanhaque ralo:

- Eu não li ainda... o que é que tu escreveu que deixou tanta gente aborrecida, hein?

Valendo-me deste balcão, então, digo, com todas as letras, antes que essa merda se espalhe como metástase: quando escrevi o texto PROJETOS, PROJETOS, PROJETOS... (leiam aqui) quis apenas (com a ênfase szegeriana) lançar luzes sobre a conduta da chucra que parecia comandar a festa a que lá me refiro.

Se fiz menção aos valores envolvidos no projeto a que também lá me refiro foi, apenas (com a mesma ênfase), para que ficasse claro, para meus poucos mas fiéis leitores, o tanto de dinheiro que é entregue na mão de gente capaz de gestos tão pequenos como o que feriu, ainda que de leve, a honra de quem lá estava trabalhando e se divertindo.

O mais primário alfabetizado saberá, na primeira leitura do tal texto, que não há, ali, NENHUMA acusação como a que andam "dizendo por aí".

Até.

2 comentários:

Rodrigo disse...

Fala Edu, não esquenta não. No Brasil se fala uma coisa e o pessoal entende outra. O que é uma pena!

E fiquei triste com aquela mulher, que advertiu o cartunista, por ele está fazendo um desenho de uma pessoa não famosa na opinião dela.

É um nojo!

abraço

Ave disse...

Máxima número 1 da internet: ninguem lê nada.
O que a experiencia me ensinou: todo mundo sabe soletrar mas quase ninguem sabe ler.