21.1.08

O ANTI-RIO DE JANEIRO

Se uma imagem vale por mil palavras, deixo com vocês essa nota que retrata, bem, o que é o bairro do Leblon.

nota publicada na coluna GENTE BOA do SEGUNDO CADERNO de O GLOBO de 21 de janeiro de 2008

Notem o nojo que é a frase "vou pedir para eles nos ajudarem a deixar nosso bairro em paz". Vocês vêem, como eu, o nariz em pé da autora da frase? Notam o tom pernóstico, preconceituoso e anti-carioca da declaração?

Até.

8 comentários:

Bruno Ribeiro disse...

Ela é anti-carioca até no nome, Edu.

E tem outra: essa coisa de dizer nosso bairro... Tem coisa mais fascista do que se achar proprietário de um bairro pelo simples fato de morar nele?

A cidade é do povo, bem como o carnaval.

Bloco nela!

Craudio disse...

Defendo fervorosamente a criação de uma fanfarra que saia do centro do Rio e vá até a porta do prédio dessa nojenta senhora, onde mijaremos todos sobre os jardins floridos.

Gentinha...

Betinha disse...

Simplesmente odioso.

seu Pai disse...

Du , o que me deixa puto é que a porra do O GLOBO reserva espaço para esse tipo de notícia e não reserva espaço para publicar quando voce escreve esculhambando nossos políticos safados e ladrões que deixam o Rio de Janeiro todo esculhambado e abandonado .

David da Silva disse...

Pra completar o vocativo do Bruno Ribeiro ("Bloco nela!") sugiro as medidas do bloco de concreto 20cm x 40cm. Aqui na periferia de São Paulo também usamos muito o famoso bloco 'baianão', em medidas beeeem acalentadas. É só escolher.
Logicamente estes artefatos não devem ser lançados concretamente no bestunto da inutevelyn. Edu é advogado e sabe contornar nosso belicismo. Basta fazer uma paçoca de entulho debaixo das patinhas da centopevelyn.

alberto disse...

Onde vim parar!
Por sorte, ainda há uma pequena resistência.
abração

eduardo carvalho disse...

Como vc costuma dizer, meu caro: pausa para o vômito!
abs

4rthur disse...

genial a sugestão do Craudio. Organizem o furdunço que estarei dentro, bebendo olimpicamente pra chegar em frente ao prédio desta anti-carioca com a bexiga transbordante.