4.11.08

RISOTTO DO SIMAS, A RECEITA

ESTA RECEITA AGORA PODE SER LIDA AQUI.

8 comentários:

Zé Sergio disse...

Qualquer dia te mando minha receita de purê com salsicha. É de se comer rezando. Rezando para não passar mal no dia seguinte.

Diego Moreira disse...

Não sei se alguém já escreveu isso aqui pois não tenho lido todos os comentários. Mas o lado direito do balcão do Buteco, que andou crescendo bastante nas últimas semanas, vai ficando cada vez melhor. Especialmente com essa receita em homenagem a esse brasileiro maiúsculo que é o Simas.

Abraço.

Zé Sergio disse...

Edu, eu tava de sacanagem. Também sei cozinhar e meu forte é a culinária portuguesa. Minha receita de farinheira de porco preto tem os seguintes ingredientes: 2 farinheiras de porco preto, 1 molho de grelos de nabo, 2 dentes de alho, azeitonas pretas, sal, limão, banha, óleo e azeite. Primeiro, você escolhe os grelos, aperte para ver se estão bons, depois vai retirando as folhas velhas e os talos, que devem estar duros. Também pudera, né? Depois de lavar as porras dos grelos, cozinhe essa merda toda apenas na água com sal. Sal pra caralho. Deixe a panela destapada. Depois que os grelos estiverem cozidos, escorre todo o corrimento. Lave as farinheiras em água quente pra cachorro, enxugue com aquele papel que lembra papel higiênico e pique a pele. Pode ser com garfo. Bota a porra da banha para aquecer junto com óleo, mas em partes iguais, viu? Não vai fazer merda!!! Aí tu frita as farinheiras, depois escorre e leva ao fogo a frigideira com um pouco de azeite e os caralhos amassados. Digo, os alhos. Frita essa meleca sem queimar, senão tu vai levar uma porrada no meio dos cornos. Aí vem a melhor parte: junte aqueles grelos todos e salteie por alguns minutos. Bota as farinheiras cortadas aos pedaços numa travessa.
Em volta, os grelos. Taca azeitona e gomos de limão para ficar uma frescurada só e aí tu vai chupando um a um.

Luiz Antonio Simas disse...

Registre-se que foi, de fato, o melhor risoto que comi na vida e o maior dos presentes! De deixar o Salete no chinelo mais humilhante. Agora, quanto ao cheff Zé Sergio Rocha, como sempre uma flor, prefiro me esquivar de tão fina iguaria.
Obrigado, mano velho!
beijo

Eduardo Goldenberg disse...

Simão: vamos marcar de fazer o próximo juntos! Beijo.

Fábio Carvalho disse...

Vou experimentar esse (ou o outro, original) nesse final de semana, deve ser espetacular.

Agora um duvida, aonde é esse Bar do Chico?

Grande Abraço

Eduardo Goldenberg disse...

Fábio: na Tijuca. Na esquina da Afonso Pena com a Pardal Mallet.

nathalie disse...

Dotes culinários do Simas antes desconhecidos por mim. Mistura de professor e culinária resulta em um risoto de cara bonita ;)