1.10.09

GLOBO, PLÁGIO E VOCÊ: TUDO A VER

Eu havia jurado não mais voltar ao assunto, mas é - vocês verificarão - inevitável. Em 30 de junho de 2006, graças a um cutucão valioso de meu dileto amigo Luiz Carlos Fraga, publiquei o texto ACR E UM PLÁGIO, demonstrando, de forma inequívoca, que a jornalista (quando escrevo "jornalista" me lembro imediatamente de Fausto Wolff...) Ana Cristina Reis, ainda hoje editora do dispensável caderno ELA do igualmente dispensável jornal O GLOBO, transcreveu, na íntegra, devidamente traduzido, em 19 de março de 2005, uma matéria que fora publicada seis dias antes no jornal americano NEW YORK TIMES - sem dar qualquer crédito, evidentemente. Leiam meu texto, que contém o link direcionado para o NYT, aqui).

Mandei, naquela época, e um ano depois, e dois anos depois, e três anos depois, e-mails para Ana Cristina Reis pedindo alguma explicação para a coincidência (pigarreio e sigo). Todos, também evidentemente, sem resposta.

O jornal O GLOBO, entretanto, parece ser mesmo insuperável na matéria. Vamos aos fatos.

No dia 07 de setembro próximo passado, o jornalista Marcelo Migliaccio, do JB, publicou em seu blog RIO ACIMA, hospedado no referido jornal, o texto A PRAIA DO CARIOCA COMEÇA NA LAPA (leiam aqui).

Ótimo.

No dia 26 de setembro, sábado passado, a senhora Maria Helena R. R. de Souza, que mantém o blog BLOG DA MARIA HELENA, hospedado no jornal O GLOBO fez o quê?

Publicou EXATAMENTE o MESMO texto, com o MESMO nome e usando as MESMAS fotos. Não acreditam? Vejam aqui.

Fiquei sabendo do imbróglio graças ao site COMUNIQUE-SE (vejam a nota aqui).

Lendo a nota do COMUNIQUE-SE ficamos sabendo que "na noite desta segunda-feira, o post foi modificado, com o acréscimo de um chapéu “Deu no JB Online” e uma nota no final do texto que diz: “Matéria publicada no Blog Rio Acima, JB Online, em 07/09/2009. A praia do carioca começa na Lapa”".

Após um sem fim de e-mails pra lá e pra cá, o editor de blogs de O GLOBO, Paulo Mussoi (cujo alter ego vem a ser Juarez Becoza, do blog PÉ-SUJO, também d´O GLOBO), disse que "é óbvio que ela cometeu um erro". Disse, mais, que "ela recebeu um e-mail de um leitor com esse texto. O leitor não dizia que ele tinha sido publicado em outro lugar. Ela engoliu isso, achou que era do leitor. É óbvio que ela cometeu um erro, mas ela fez de boa-fé".

Peralá! Peralá!

O fato de a blogueira não ser jornalista diminui a gravidade do plágio? É crível que, além do texto, o tal leitor tenha também mandado as mesmas fotografias para a blogueira? Copiar integralmente um texto enviado por um leitor, sem tirar uma vírgula sequer - supondo ter sido ele, leitor, o autor do texto, pode?

A senhora Maria Helena publicou, três dias depois do escancarado plágio, uma satisfação em seu próprio blog, leiam aqui. Pífia - diga-se.

Termina assim o tal pedido de desculpas (pernóstico, diga-se):

"Meu dia a dia é muito corrido e ocupado e eu não costumo voltar atrás para ler comentários em matérias colocadas anteriormente. Só quando alguma coisa chama minha atenção. Por isso não tinha lido as justas reclamações do Migliaccio, nem certas delicadezas que lá estavam... Respondi à Sheila Machado e ao Marcelo Migliaccio. Aos outros, nem respondi, nem pretendo responder. Aprende-se com os erros e aprender é muito bom. Aprendi a lição."

Que tal?

Subsume-se o seguinte: ela pode ter aprendido a lição.

O jornal O GLOBO, pelo visto - reincidente que é - não.

Até.

3 comentários:

Bezerra disse...

Coincidência, Edu. Logo pela manhã, assim que cheguei ao serviço, ao abrir minha caixa de e-mails, me deparei com essa nota do Comunique-se (recebo seus boletins diariamente).

Aí, de cara, me lembrei de você: "Isso seria um prato cheio pro Edu". Até pensei em enviá-la a você. Mas não foi preciso.

O triste e definitivo fato, meu nobre, é que essa blogueira é uma vergonha, diria o Casoy.

Janir de Hollanda disse...

Isso foi assunto aqui na redação, Edu. Inacreditável. Recebi um email seu no sistema do jornal, mas foi reconhecido como spam e não consegui ler. Repassa para o meu pessoal.janir.junior@gmail.com Abs

Rodrigo Nonno disse...

Bom foi uma menina comentando:

"Q bonito o JB online dentro do GLobo Online (...)"

Inté.