24.3.10

PAULO MALUF E SEU FILHOTE

Escrevo hoje, não como o advogado que sou - até mesmo porque não milito na área criminal, da qual conheço pouquíssimo. Escrevo como um cidadão exasperado diante da notícia que me causa muito mais que indignação, me causa revolta e um profundo nojo. Leio, estarrecido, nos jornais, que Paulo Maluf está na lista negra (vermelha, na verdade) da INTERPOL. Vejo, aqui, a fuça desse ladrão que, inacreditável e inconcebivelmente, é deputado federal pelo estado de São Paulo, exposta no site da polícia internacional, e aqui a fuça de seu filho, Flavio Maluf.

A INTERPOL, com 188 países membros - 4 a menos que a ONU! - está PROCURANDO Paulo Maluf e Flavio Maluf, o que significa dizer que se qualquer um dos dois puser as patas sujas em qualquer um desses 188 países serão presos.

Mas aqui, não. Aqui desfilam na Câmara dos Deputados ("a casa de todos os brasileiros", conforme anuncia o portal (vejam aqui) e não são incomodados pela Justiça sabe-se lá o por quê (eis aí minha confissão pública de ignorância com relação ao assunto). Adendo: leio, aqui, o que pode explicar essa vergonha: "A Justiça Federal extinguiu a punibilidade do ex-prefeito Paulo Maluf (PP) em ação penal por crime de evasão de divisas. Por ter mais de 70 anos, Maluf foi beneficiado por lei brasileira que reduz pela metade o tempo em que alguém pode ser processado. A denúncia havia sido feita pelo Ministério Público Federal em outubro do ano passado. Com a decisão, o processo será arquivado. O ex-prefeito e seus familiares são réus em outro processo, por formação de quadrilha, evasão de divisas e lavagem de dinheiro. Esta ação não sofre prejuízo por conta do arquivamento do processo por evasão de divisas.".

Assassino elegante (quantas vidas ceifou desviando mais de 500 milhões de dólares dos cofres públicos?????), um dos símbolos máximos da bandidagem do colarinho branco, filhote da ditadura (como bem dizia meu saudoso e eterno governador, Leonel de Moura Brizola), Paulo Maluf solto é um escárnio que me faz, por alguns instantes, desacreditar no Brasil.

Até.

14 comentários:

CRAQUE DA GEMA!!! disse...

Mas a punição sofrida por Arruda nos faz renovar nossa fé no Brasil, Goldenberg.

Dias melhores virão.

E com eles, espero eu, políticos melhores também.

Abraço,

R.Pian

Isaac disse...

Du , não conheço esse CRAQUE DA GEMA , mas pergunto a ele , que punição sofreu o Arruda ?? perdeu o mandato e está passando uns dias na cadeia cheia de mordomias ?? ele deve estar morrendo de rir , de nós que pagamos nossos impostos e , as vezes , por causa de miseros Reais , ficamos na malha fina da Receita e em contrapartida o dinheiro do Arruda que levou na meia , na cueca , na bolsa do supermercado e etc está intocável .

Bruno Ribeiro disse...

Paulo Maluf foi a PIOR contribuição de São Paulo para o Brasil. E quando o crápula foi preso, o abjeto Agnaldo Timóteo - escreverei sobre ele em breve - disse que Maluf era um preso político. Não me admira que continue tendo espaço apenas no sofá da Hebe Camargo, igualmente malufista. Nojo, nojo, nojo!

Claudio Renato disse...

Os filhotes estão soltos. Procriaram - e procriam - como ratos e parasitas. E, para varrerem pra debaixo do tapete essa excrescência, preferem justificar o embargo econômico a Cuba e defender a liberdade de imprensa (empresa) quando os interesses deles (esses vermes) estão sob ameaça, mínima que seja.

Eduardo Goldenberg disse...

Meu pai: "esse CRAQUE DA GEMA" chama-se Rodrigo Pian, administrador regional da zona sul (Flamengo e adjacências), cupincha do Eduardo Paes segundo sua autor-definição, ex-aluno de Luiz Antonio Simas, botafoguense e, atualmente, a mais nova paixão de Jose Sergio Rocha, que é correspondida.

Quanto ao Arruda, meu pai, é um avanço. Trata-se do primeiro caso de prisão efetiva de um governador no exercício do mandato - é um avanço.

Quanto à cadeia, não há mordomia que alivie a humilhação da perda da liberdade - é, neste caso, um avanço.

Não gostei da sua frase "nós que pagamos nossos impostos". Ela me remete à mais abjeta classe-média, o que não combina, em absoluto, com você. Evite-a, é meu humílimo conselho.

Beijo.

Isaac disse...

Du , não remete à mais anjeta classe média , coisa nenhuma !!! é a pura verdade já que esses caras não pagam porra nenhuma e ainda roubam o dinheiro do povo, inclusive da classse média !!!

Andre Martins disse...

Esse red alert da Interpol para o Maluf e seu comparsa (seu filho) chegou muito tarde...tarde demais, aliás.
Ele é uma vergonha para nós paulistas e paulistanos.
E ainda temos que aguentar aquele abjeto cupincha dele, Agnaldo Timóteo, que desta vez quer mudar o nome do Parque do Ibirapuera para Parque Michael Jackson.

Não acreditam?!?!?!

http://www.estadao.com.br/noticias/cidades,agnaldo-timoteo-quer-ibirapuera-como-parque-michael-jackson,441001,0.htm

Paulo Rogerio disse...

O Maluf não podia ser trocado por um assento na ONU?

Ou ganhar uma viagem pra Disney?

Mas, Edu, agora fiquei em dúvida, o Brasil sendo filiado a Interpol, não deveria prender o meliante?

Andre Martins disse...

Ahhh, Bruno:

Definitivamente, Agnaldo Timóteo foi uma das piores contribuições que o Rio de Janeiro proporcionou ao Brasil, tanto na música qto na política.

CRAQUE DA GEMA!!! disse...

Isaac e Edu,

É exatamente esse o ponto: trata-se de um avanço.

Forte abraço aos dois,

R.Pian

Andre Martins disse...

Paulo Rogério:

Infelizmente, estando o brasileiro em teritório pátrio, não pode ser ele extraditado para qualquer outra nação, mesmo em virtude de cometimento de qualquer ilícito penal.

Infelizmente, infelizmente...

(urgh)Constituição cidadã

Bruno Ribeiro disse...

Andre Martins: Agnaldo Timóteo é mineiro...

Andre Martins disse...

Bruno: eu sei...mas se lançou tanto na política qto na música no Estado do Rio de Janeiro...começou tudo por lá.

Felipe Millem disse...

Esse fato me remete ao tempo em que o Saddam Hussein foi capturado no Iraque.
Na época eu dizia que, se ele fosse mesmo esperto teria declarado dupla nacionalidade iraquiana-brasileira, se exilado no Brasil, pedindo que aqui fosse julgado por seus crimes.
Com certeza, ao invés de ter sido pendurado pelo pescoço, neste momento ele estaria na praia, tomando umas cervas, aguardando a prescrição de seu processo criminal no STF.
Depois de 16 trabalhando com processos criminais, posso tranquilamente dizer que nossos Códigos Penal e de Processo Penal são um prato cheio para o binômio chicana/impunidade.
Abraços!