6.5.10

CIDINHA CAMPOS: ESSA É DAS MINHAS!

Como lhes contei aqui encontrei-me, no começo da semana, com a deputada estadual Cidinha Campos. Atenciosa - quando me identifiquei como o @butecodoedu do TWITTER ela, na hora, discorreu sobre os assuntos que tratamos através da grande rede com uma precisão que aponta pra uma memória privilegiada! -, Cidinha me disse, à certa altura, depois de conversarmos um pouco sobre o escândalo envolvendo o TJRJ - relembrem o imbróglio aqui:

- Sabe, Eduardo, estou esperando a hora certa para tratar desse assunto na tribuna da ALERJ...

Só que Cidinha é das minhas.

Não segurou a onda, como se diz por aí. Partiu da rua do Rosário, onde almoçava, atravessou a Praça XV e foi para a sessão do dia, na ALERJ. E fez mais um brilhante discurso denunciando a podridão da situação e a podridão da imprensa, vergonhosamente omissa diante do escândalo. Confesso, meus poucos mas fiéis leitores, que chorei, emocionado, vendo esta mulher destemida, aguerrida, briosa, corajosa e honrada apontando o dedo na cara dos poderosos tão temidos pela imprensa meia-boca que grassa pelo Brasil. O discurso está dividido em duas partes, as duas imediatamente abaixo.


Até.

5 comentários:

Blog do Ernestão disse...

PQP ! QUE FIBRA !!!!! Caraca...

Abraço

Bruno Ribeiro disse...

Nessas horas eu lamento não estar no Rio de Janeiro para votar em Cidinha Campos.

Em tempo: muito me admira o comentário do Ernestão, sendo que seu perfil ideológico conservador, a julgar pelos textos preconceituosos e raivosos que publica contra políticos de esquerda, é totalmente contrário à linha adotada por Cidinha Campos.

Mafuá do HPA disse...

PQP...

Vim aqui para escrever exatamente o que o Brunoi, no comentário aí de cima disse: "Nessas horas eu lamento não residir no Rio de Janeiro para pode votar em Cidinha Campos".

caro Eduardo, te peço permissão para repoduzir parte disso tudo em meu blog, aqui em Bauru SP, o www.mafuadohpa.blogspot.com . Todos precisam saber que a corajosa deputada Cidinha Campos continua como dantes, ou melhor, aroeira pura, igual a vinho, quanto mais velha melhor.

É de arrepiar o que fazem em nome da Justiça neste país.

Um abracito bauruense do
Henrique Perazzi de Aquino

Eduardo Goldenberg disse...

Pode, Henrique, é claro que pode. Só não pode - pelamordedeus! - é me mandar "abracito", que isso é coisa de viado. Um abraço.

Blog do Ernestão disse...

Caros

Longe de polêmicas, não tenho perfil conservador, muito pelo contrário, apenas procuro separar o joio do trigo, segundo minhas conviccções, sejam elas certas ou erradas aos olhos de outros, principalmente não separo esquerda de direita. Se o político é de esquerda ou direita, pouco me importa o que vale para mim é sua conduta e suas atitudes, não importando o partido.

Abração


Ernesto

P.S.: Caro Bruno, divergências a parte, já terminei de ler seu novo livro, UMA BELEZA! (sem puxar o saco no balcão alheio... hehe !