7.6.10

PROPAGANDA OFICIAL DO BUTECO PRA COPA

Desanimadíssimo com a seleção evangélica comandada por Dunga e Jorginho, apresentamos a versão oficial da propaganda da minha cerveja favorita para a Copa do Mundo de 2010, que começa em poucos dias. Vai como homenagem a meu queridíssimo Flavinho, que declarou, depois de ver a versão da cervejaria, que não beberá Brahma durante o campeonato em sinal de protesto. Na nossa versão, ao primeiro grito de "a gente é o quê?", a equipe grita (para delírio de Jorginho):

- Evangélicô!

Ao segundo grito:

- Cornô!

E vamos em frente (vejam o vídeo, no YOUTUBE, aqui).


Até.

9 comentários:

NADJA GROSSO disse...

Vocês são terriveis!!!!!!!!!
Amei, ri muito rsrsrsrsrsrsrsr.
Embora seja verdade mandamos um time de Evangelicos para Copa.
Beijos

Mariane disse...

Adorei!

Bruno Ribeiro disse...

Pois eu achei de um tremendo mal gosto. A brincadeira conseguiu piorar ainda mais o ridículo comercial da Brahma. Aí começa a Copa e os detratores do Brasil tiram suas bandeirinhas do armário, entornam quantidades industriais de cerveja e vibram com os gols. Bem ou mal, este é o time que temos. E como não me canso de dizer: não estamos torcendo por Dunga, Kaká ou coisa que o valha. Estamos torcendo pela Seleção Brasileira, que é uma instituição nacional. Aos que querem torcer contra, recomendo que não sejam hipócritas durante a Copa e mudem de canal durante os jogos do Brasil. Assistam aos jogos da Eslovênia. Torçam pela Eslovênia.

Eduardo Goldenberg disse...

Pois não vestirei a carapuça, mano Bruno. Torcerei, e me parece desinfluente dizer isso, pelo Brasil. Mas insisto e repito: a seleção convocada pelo Dunga e abençoada pelo Jorginho, não é a Seleção Brasileira, mas a seleção da CBF, a seleção do treinador, a seleção que não espelha o Brasil em campo. Até breve!

Eduardo Carvalho disse...

Não espelha - mesmo! - o futebol brasileiro, pelo menos não o que amo. Chega dessa falácia de ou se joga bonito ou se ganha.

Bj, Edu.

Marcus disse...

De minha parte, nem me passa pela cabeça torcer contra. Isso não existe. Mas do direito de falar mal não abro mão.

Claudio Renato disse...

Vou torcer contra! Quem gosta de futebol não pode torcer por essa manada!

Flavio disse...

Uma das coisas que eu mais amo no futebol brasileiro é o nosso compromisso com a beleza do jogo. Somos capazes de aplaudir adversário craque e vaiar o próprio time quando só tem bagre.
Essa palhaçada da imprensa de que torcedor tem que SEMPRE apoiar o seu time é uma tremenda babaquice. Passamos a "argentinizar" a nossa relação com futebol. Agora só falta nós acharmos que somos mais machos que todo o mundo.
Outra coisa: não gosto de evangélico, ainda mais na seleção. Não quero jogador para casar com a minha filha, quero jogador campeão do mundo. E tenho certeza que o João Saldanha desceria a lenha nessa porcaria de "Brasil, ame-o ou deixe-o" futebolístico.

caique disse...

Flavio, mandou bem quanto ao João.
E eu não aguento mais evangélico. Não sou religioso, mas cada vez que cruzo com um deles no exercício da profissão (e é só quando cruzo com eles), me incomoda sobremaneira aquele fanatismo desenfreado.
Quanto ao Brasil, torço sim. Mesmo achando que o cara escolheu mal pacas o time.
Abraço de Niquíti!