16.7.10

DO DOSADOR

* Se viva fosse, Elizeth Cardoso completaria, hoje, 90 anos da idade. Eu disse "se viva fosse" e já me corrijo. Elizeth Cardoso, a Divina, está vivíssima - ao menos em mim. Em mim e no panteão sagrado das grandes cantoras brasileiras, ela que foi uma cantora fenomenal, dona de uma voz capaz de imortalizar todas as canções que gravou. Ela, que é do tempo em que as cantoras brasileiras formavam uma galeria que não deixava nada devendo às maiores divas da canção popular do mundo inteiro, e não uma vitrine de sapataria. Usava vestido, não usava cueca. Cantava o amor, não cantava que estava grávida de um liqüidificador. Mas isso deixa para lá. Ergo o copo cheio de chope com espessa espuma à memória de Elizeth Cardoso, que nasceu - diga-se - na rua Ceará, na Praça da Bandeira, coladinha na Tijuca. E fiquem com Elizeth cantando JAMAIS (uma de minhas canções preferidas, entre as 10 mais, fácil!), de Jacob do Bandolim, em gravação ao vivo, feita no Rio de Janeiro. A ouvi pela primeira vez quando ganhei, ainda menino, das mãos de minha avó, o LP duplo, gravado ao vivo no Teatro João Caetano, em 1968, com Elizeth Cardoso, Zimbo Trio e Jacob do Bandolim.



* a cada vez pior coluna GENTE BOA, d´O GLOBO, lança luzes, hoje, sobre dois anti-gente-boa: José Serra e Diogo Mainardi. Vai moldando, assim, cada vez com mais perfeição, a cara desde sempre lastimável daquele pedaço do SEGUNDO CADERNO do jornalão;

* algum comentário sobre quem se denomina "butecólogo"? Tsc;

* hoje é sexta-feira, e como vocês sabem sexta-feira é dia de debate político do PSOL no Buraco do Lume (ou na Praça Mário Lago, como prefere o vereador Eliomar Coelho). Lá estarão os candidatos do PSOL cercados entre si. É sempre assim: alguém sobe no caixote de madeira (não, não é piada, o palanque do PSOL é um samaritano caixote de madeira chamado carinhosamente pelo apresentador do debate de "esse banquinho" - se duvidam, vejam aqui) e fica discursando (eles preferem "debatendo") para os próprios pares - não há platéia. Como me disse uma vez o Felipinho Cereal em inspirada comparação, os passantes tratam o negócio com o mesmo desprezo com que tratam os pastores do apocalipse que gritam sozinhos pelo Largo da Carioca;

* em compensação, hoje tem caminhada com Lula e Dilma Roussef, da Candelária à Cinelândia, a partir das 16h. É a onda vermelha, como vem sendo chamada a caminhada pelos organizadores. Eis-me aqui, escrevendo diante do monitor, de vermelho da cabeça aos pés;

* faço aqui, publicamente, um mea culpa. Ou, se preferirem, uma espécie de pedido de desculpas. Antes, um pequeno intróito: acho, mesmo, que o PSOL (uma de minhas obsessões), está cheio de homens de boa vontade, com boas intenções - mas no lugar errado (e creio ser desnecessário fazer qualquer maior comentário). Marcelo Freixo (um dos mais atuantes e importantes deputados estaduais do Rio de Janeiro) é um deles, o menino Tiago Prata é outro, e por aí. Hoje, fuçando o YOUTUBE, deparei-me com uma faceta do candidato a deputado estadual Mozart Noronha que eu desconhecia. Como não vejo saída além da educação (e por isso, também, minha aguda saudade de Leonel Brizola, de Darcy Ribeiro), comoveu-me, franca e sinceramente, esta entrevista do pastor do PSOL. Aqui;

* já tenho definidos alguns de meus votos, e os declaro: Dilma Roussef para presidente; Lindbergh para o Senado (ainda a decidir o segundo voto); Brizola Neto para deputado federal; nulo para governador; e Cidinha Campos para o cargo de deputado estadual;

* recebi dezenas de e-mails perguntando sobre as receitas do III Rali realizado na mansão dos Zampronha, no sábado passado, de frutos do mar, coroado com uma paella valenciana que ficou - sem modéstia - espetacular. Mas vou ficar devendo. Além de não ter feito as fotos, como de costume, preparamos o prato, eu e a Sonia, com um leve receio de que não desse certo. Ledo engano. Ficou absurdamente bom. Quando repetirmos - e não tardará - prometo publicá-la.

Até.

3 comentários:

Mafuá do HPA disse...

CARO EDUARDO:

Como sabes sou de Bauru SP. Estou esta semana trabalhando aqui no Rio e hoje acabo de conferir algo que lia aqui, a concentração de militantes do PSOL no Buraco do Lume. É tudo isso que você relata aqui. Hilário. São um bando de desconectados. Em minha cidade agem da mesma forma, totalmente fora de sintonia e num descompasso com qualquer coisa compreensível. Criticam mais Lula do que o PSDB, o que me faz pensar estarem a serviço de um para criticar o outro. Hoje a tarde, estarei na caminhada com Lula e Dilma da Candelária até a Cinelândia e nos vemos por lá.

Espero poder conhecer o amigo por lá. Reconhecer tenho certeza que o farei pelas fotos já vistas aqui.

Até lá.
Henrique Perazzi de Aq1uino (www.mafuadohpa.blogspot.com)

caique disse...

o Diogo Mainardi, com quem eu absolutamente me reservo o direito de NÃO simpatizar nem um pouco, segundo a coluneta vai morar em... Veneza. E de lá deve continuar vociferando as bobagens que ele marqueteiramente usa prá ter sucesso.
Já vai tarde.

Nelson Fiod disse...

o 2o rali (de porco), apesar de devidamente publicado não entrou na "COZINHA DO BUTECO"...
Senti falta dele também.
Um abraço.