26.7.10

ESSE É O MEU PRESIDENTE

Tente não se emocionar junto com o presidente Lula. Como disse meu querido xará, Edu Carvalho, que me enviou o vídeo, eu também tenho muito orgulho de ter ajudado a elegê-lo, sinto uma imensa honra por tê-lo como Presidente da República, e sinto uma emoção infinita por conta de tudo isso.


Até.

11 comentários:

Diego Moreira disse...

Emocionante.

Alguns frutos só serão colhidos em décadas, mas suas sementes estão plantadas e fertilizadas. Para que os galhos dos brotos que crescem não sejam cortados, passemos longe da Moto-Serra. Quero uma roceira no Planalto em 2011.

Mas as perguntas da "moça" sobre "clima de despedida" me soaram absolutamente cretinas. Como se fosse um "está triste por ter que largar o osso?". Quero dizer pra ela que quem chorou assim no fim de sua presidência foi o Sarney.

Cazé disse...

Compartilho integralmente do seu orgulho e da sua honra!

Bruno Ribeiro disse...

Comovente. Talvez ainda não pudemos compreender o tamanho da contribuição que este homem deu ao nosso País. Não é tão simples encontrar um homem da estatura moral do Sr. Luis Inácio Lula da Silva na política. Mesmo com a vitória de sua sucessora nas eleições de outubro, sua ausência será sentida por várias gerações. Com ele aprendemos a levantar a cabeça e começamos a transformar a Pátria em um lugar mais justo. A canalha jamais entenderá este choro presidencial porque não acredita na emoção dos homens. Como age sempre por interesse, acha que todos são como ela. Toma a si própria como medida. Mas o povo brasileiro sabe que o nome de Lula já está inscrito no rol dos grandes homens que esta terra já deu ao mundo. Obrigado por tudo, meu PRESIDENTE. Já com saudades. Viva o Brasil! Viva o Povo Brasileiro!

Lupo Lobato disse...

Também compartilho.

Renata Werneck disse...

Muito orgulho! Muita honra! Muita emoção! É isso aí, Edu. É um grande privilégio ser cidadão de uma nação que tem Lula como Presidente. Bjs.

Paula N disse...

Puxa! Na primeira eleição direta para Presidente da República do Brasil, eu estava lá: Jovem, inexperiente, mas, com uma intuição de que aquele era o caminho.
Desde sempre o, hoje NOSSO PRESIDENTE, Lula foi/é detentor da minha confiança e do meu voto: Que bom! Eu não errei!
Agora, mesclam-se, em mim, sentimentos de orgulho, gratidão e perplexidade (??? - vazio não seria) por estar chegando ao fim a ERA LULA. Que venha a Dilma e que siga a trilha que ele abriu, que não se desvie, que ao fim, possamos lhes ser tão gratos como o somos hoje ao nosso queridíssimo Luis Inácio Lula da Silva Brasil.
Quanto à entrevistadora, se não sabia (ou não queria) interpretar o choro e a emoção do Presidente tal qual aconteciam, ficasse calada. Assim, não se faria tão gigantesca a sua pequenez profissional e de brasileira regida sabe-se lá pelo o quê.
Há poucos dias, enviei e-mail ao Janir Junior (nem sei se ele o recebeu) comentando que mais que um diploma, o jornalista tem que ter sensibilidade, tino, veia jornalística mesmo. A pobre moça não os tem, mas tão somente um emprego na imprensa.
Lula,
“Não chore, ainda não, que eu tenho uma razão prá você não chorar... Amigo, me perdoa, se eu insisto à toa, mas a vida é boa para quem cantar....” - Chico Buarque
Hoje, o seu povo canta muito mais feliz graças a você. Obrigada.

Marcelo Moutinho disse...

Comovente mesmo.

Filipe disse...

Assino embaixo.

NADJA GROSSO disse...

EDU
Chorei junto com Lula, será meu Deus que o povo vai entender, será que o povo vai saber votar. Vou implorar ao Senhor Jesus para que a conciência do povo veja a verdade. Edu estou presente em seu coração acompanhado todos os seus momentos e da Dani, não tem um dia sequer que deixe de pedir alivio e paz para vocês. Amo vocês.

CRAQUE DA GEMA!!! disse...

Vou na Dilma por causa dele.

Mas a permanência de uma mesma legenda no poder por um terceiro mandato consecutivo é algo que deve ser sempre objeto de nossa atenção.

(Sem terror, como fazem por aí, apenas zelo com nossa democracia adolescente).


De resto, Lula é um brasileiro enorme mesmo! Tenho orgulho de tê-lo como nosso líder.

Abraços,

R.Pian

Eduardo Carvalho disse...

Edu querido,

é com saudade que te escrevo (e, por tabela, ao Simas, ao Léo Boechat, ao Fraga, Ao Bruno Quintella, ao Tartaglia, ao Gabrielzinho, ao Cláudio Renato, ao Delfim, ao Sarmento, ao Moutinho, ao Carlinhos Laguna e a tantos outros poucos amigos de quem ando tão longe, como longe ando da minha rotina e dos meus prazeres tão caros, sobretudo o samba e o bar - com amigos assim).

O presidente Lula é um patrimônio do povo brasileiro. É um homem sábio e que opera - com a equipe que tem - uma transformação gigantesca nesse país, para melhor, para muito melhor. Tenho muito, mas muito orgulho de tê-lo no comando do Brasil, eu que gosto demais do Brasil e que comemorei tal final de campeonato as duas eleições dele - e que de nada, nada me arrependo, pelo contrário.

É esse presidente, que tanto me orgulha, que mais uma vez me fez chorar - porque só os céticos com ar blasé não choram quando se emocionam, e eu não suporto os céticos com ar blasé!

Então, é esse presidente, o nosso presidente, o presidente Lula, que de novo me leva ao choro. O mesmo choro de tantas outras vezes (por causa dele) e de quando, em ocasião da minha vida profissional, há coisa de ano e pouco, me concedeu (como aos garçons aos porteiros, às copeiras e aos engravatados do mesmo recinto em questão), me presenteou ao permitir que eu tirasse uma fotografia com ele (no fim do ano, prometo, publico lá no blog, que parou mas não morreu).

Obrigado, Edu. Um beijo e, ó, te ligo sábado, quando abusadamente me convidarei para estar contigo no domingo, depois do batente, se fores mesmo ao Rio-Brasíla.