5.8.10

ENTREVISTA - BETH CARVALHO

ESTA ENTREVISTA, AGORA, PODE SER LIDA AQUI.

22 comentários:

Carlos Andreazza disse...

Parabéns! Muito boa a entrevista, muito bem conduzida; desde já um documento referencial sobre, discordâncias políticas à parte, a maior - e mais importante - cantora brasileira de todos os tempos.

Claudio Renato disse...

Edu e Simas, muito interessante, informativa e emocionante entrevista. Lembrou-me de uma das últimas conversas que tive com o Dorival Caymmi, sobre cantoras. O primeiro nome que veio à mente do mestre foi o de Beth Carvalho! Ele amava "Andança"!

Um beijo a vocês, parabéns pela iniciativa. Salve Beth Carvalho!

Nelson Borges disse...

Fala Edu, quanto tempo!
Cara,
Estou emocionado aqui, já morri de rir, já chorei, estou adorando a entrevista, só que eu estou embarcado e em horário de trabalho, então vou ter que acabar de ler mais tarde, mas até agora estou achando sensacional, essa Beth Carvalho é realmente uma coisa de doido, que pessoa, que ser humano...

Eu, que não sabia que era possível ficar mais fã dela ainda, me surpreendi.

Quando acabar de ler toda a entrevista volto por aqui,
Abraços

ipaco disse...

Queridos Edu e Simas, mais uma vez vcs prestaram um grande serviço à cultura brasileira. Parabéns pela entrevista. É mais um documento fundamental e histórico do Buteco.

Paulo Thiago

Daniel Banho disse...

Bonito demais. Parabéns, Edu e Simas!

leo boechat disse...

Excelente. Não esperava outra coisa de vocês.

Abraços,

Leo

jb disse...

entrevista incrível!

parabéns!!!

Claudio Basilio disse...

Muito boa, essa entrevista... O simples fato dela relatar as origens do Cacique já torna esse artigo uma leitura obrigatória para qualquer apaixonado por samba!

AOS QUARENTA A MIL disse...

Maravilhoso, como já era de se esperar, penso na dádiva divina que é alguém passar pela terra e ter uma história tão bonita e rica pra contar.

Parabéns aos dois , muito bacana, muito bacana mesmo!

NADJA GROSSO disse...

Parabéns, maravilha a entrevista. Saudades da epoca mencionada pela Beth, sorte minha ter participado de alguns lances mencionados sobre os TEATROS, Cacique de Ramos, Bafo da Onça. 1.000 para ambos.

Rodrigo disse...

ESPETACULAR!

ricardo disse...

Linda entrevista...vcs estão de parabéns!!!

Nelson Borges, vc diz que está embarcado?
Por acaso é na P-26, Bacia de Campos?
Tb estou embarcado e li a entrevista toda, de uma vez só....

Frederico Quintão disse...

Simplesmente muito lindo.

Renata Werneck disse...

Que entrevista linda, Edu! Parabéns a você e ao Simas! Fiquei emocionada. Que bom que a Beth existe nas nossas vidas, no Brasil. Bj grande.

Paulo Morais disse...

Galera,

Parabéns pela entrevista! Excelente!

Publiquem mais!

Abraços

Betinha disse...

Fiquei ainda mais fã da Beth. Uma mulher com muita personalidade, que faz o sente que é certo, sem se preocupar com o que os outros pensam ou com o que pode ganhar com isso. Um grande e necessário exemplo.
Muito obrigada! Aos três.
Betinha

Eduardo Carvalho disse...

Edu e Simas:
MARAVILHOSA ENTREVISTA!
O que falta aos "jornalistas" e à imprensa cretina que nos cerca.
Muitas coisas já conhecia - de tanto que amo a Beth, como já cansei de dizer -, outras tantas, não fazia idéia.
Emocionante, ela é a maior, a maior de todas, pra mim desde sempre, eu que fui ninado pela mãe com Martinho e Beth.
Essa mulher incrível, necessária e que sempre - sempre! - esteve do lado certo, do lado do povo, do lado do Brasil. Porque há lados a optar sempre, em tudo, como vocês bem sabem!
Muito obrigado, do fundo aqui desse quintal já tão emotivo!
Um beijo.

figbatera disse...

Que beleza! Uma vida rica, de luta, dedicação à verdadeira música popular, uma incrível personalidade.
Viva Beth, parabéns a todos!

Diego Moreira disse...

Tentei pensar em algo melhor pra escrever aqui desde o dia da publicação mas concluí que o simples é o melhor: excelente entrevista. Obrigado por dividirem isso conosco. Abraço!

Marcelo Barbosa disse...

Beleza de entrevista! Parabéns rapaziada (por ser fã, já conhecia muitas coisas relatadas)
Retificando: Dêem um toque na dinda, ela tem se confundido nas datas do "descobrimento" do Zeca Pagodinho. Pra se ter uma idéia o samba Camarão que dorme a onda leva é do disco Suor no Rosto, de 1983. Ela insiste em dizer que foi em 84. Abs e deve ter sido em meados de 83 mesmo visto que ela sempre lançou discos nos finais de ano.
Abraços,

Marcelo Abreu Barbosa - Carioca de Brasília (DF)

Vinyl Maniac disse...

Perfeita! Parabéns! A Beth, apesar de ser botafoguense (risos) é uma verdadeira instituição do Brasil. Sem querer ser chato, apenas para não passar desapercebido, e, consequentemente, não desinformar, o César Camargo não era do Trio 3D, era o Antonio Adolfo. Abraço a todos!

Coisas nossas disse...

Edu, arrasaram! beijão