26.11.10

MARACANÃ, MEU RIO, CORRE E ME SOCORRE

Em tempos de Rio de Janeiro massacrado por uma imprensa sensacionalista, minha humílima homenagem à minha aldeia - permanentemente em paz.



Até.

4 comentários:

Claudia disse...

Extraído do Bule Voador:

"Direitos humanos apenas para humanos direitos? E por acaso podemos chamar de “humanos direitos” aqueles que permitem que seus iguais caiam no desespero do crime por estarem em condições piores que os horrores das obras de Albert Camus? Não se adjetiva o ser humano antes de dar-lhe direitos. Isso foi feito no nazismo e no Apartheid. Não é “direitos humanos para humanos direitos”, assim como não é “direitos humanos para humanos arianos” e muito menos “direitos humanos para humanos brancos”. Quem adjetiva as pessoas antes de reconhecer-lhes a humanidade deveria sentir o peso da vergonha da História."

Chorei.

http://bulevoador.haaan.com/2010/11/26/bandido-bom-e-bandido-morto-reflexao-sobre-o-rio-e-o-brasil/

PBL disse...

Edu, tenho terminado meus incansaveis e-mails contra essa palhaçada que estão fazendo com o Rio da seguinte maneira: "Àqueles que não querem mais morar no Rio, ADEUS ! Mas, àqueles que querem contribuir para que NOSSA cidade fiquei mais tranquila e sem toda essa desigualdade UNI-VOS !"
Não sei se estou sendo radical, coisa que não gosto de fazer, mas ta dificil me conter diante toda essa idiotice que eu tenho ouvido !

CRAQUE DA GEMA!!! disse...

Nada contra o Aldir, mas prefiro quando cantas Amalia.

Abs,

R.Pian

caíque disse...

O Aldir é um barato!
Viva o Rio!
Um abraço de Niquíti.
Caíque.