29.1.11

VARANDÃO SONORO DOS SÁBADOS

Muito suíngue na manhã desse sábado de sol, arrombando a retina de quem está no Rio. Fala-se em Rio de Janeiro, fala-se em sol, pensa-se em praia. Nada contra a praia, mas eu, do alto de meus 41 anos, acho mais graça, hoje, em curtir um sábado desses na Tijuca, minha aldeia. Cachoeira pra poucos, brotando da Floresta da Tijuca, é sempre minha pedida. E eu, que moro na Haddock Lobo, quase na esquina da Matoso, rasgo a Conde de Bonfim em direção ao alto da Tijuca com Tim Maia, no máximo volume, cantando uma das mais famosas esquinas do bairro onde nasci, onde fui criado e que há de me ver morrer.


3 comentários:

PBL disse...

Edu, vc é MUITO meu vizinho !!

Sergio disse...

porra, edu, estou com saudade de vc! nao esbarro mais com vc no rb. ah, o buba é o cara igual o cara! mto bom msm! abração

CRAQUE DA GEMA!!! disse...

que somzao!